BLOG CONEX

Bem-vindo ao Blog CONEX, sua fonte de informação sobre o mercado internacional.

Você conhece o Fair Trade?

Você conhece o Fair Trade?

O Fair Trade, também conhecido como comércio justo, ético ou solidário, tem como objetivo colaborar para um desenvolvimento sustentável, ajudando os trabalhadores a vencerem os obstáculos do comércio internacional.  O comércio justo promove maiores possibilidades de acesso ao mercado e alternativas comerciais mais adequadas para os pequenos produtores. Essa prática tenta garantir melhores condições de trocas para aqueles produtores que estão à margem do mercado, com parcerias comerciais justas e sustentáveis.

O comércio justo surgiu na Europa na década de 60 quando organizações não governamentais, agências de cooperação, instituições filantrópicas e os próprios consumidores começaram a debater e constituir maneiras para que o produto de um pequeno produtor conseguisse ser comercializado no mercado internacional.

O comércio justo busca dar poder ao trabalhador, pequeno produtor, agricultores familiares e pequenos artesãos que estejam em condições desfavoráveis implicadas pelo sistema usual do comércio internacional. Dessa forma, tenta-se promover interação direta entre o produtor e o comprador para que ocorra menores burocracias, assim como custos.

Com isso, o Fair Trade possui princípios que orientam seus objetivos e práticas. De acordo com o Sebrae, para que uma troca comercial possa ser considerada de comércio justo, deve conter os princípios como por exemplo, a  transparência e corresponsabilidade na gestão da cadeia produtiva e comercial; relação de longo prazo que ofereça treinamento e apoio aos produtores e acesso às informações do mercado e o meio ambiente deve ser respeitado.

A certificação dos produtos no Fair Trade é muito importante para que os consumidores saibam que aquele produto respeita os princípios de tal tipo de relação comercial, dando segurança tanto para os consumidores como para os produtores. Tal certificação não está regulada por leis nacionais. A certificação de garantia do comércio justo é feito pelo parâmetro estabelecido por cada certificadora, respeitando sempre os princípios do Fair Trade.

Algumas das organizações certificadoras mais conhecidas são: FLO – Fairtrade Labelling Organizations Internacional, WFTO – World Fair Trade Organization (Antigo IFAT), EFTA – European fair Trade Association e ECOCERT BRASIL CERTIFICADORA Ltda. Em relação aos produtos certificados, eles são vários como café, cacau, mel, frutas secas e até mesmo bola de futebol. Segundo o Sebrae Nacional, as bananas representaram 62% do total de volume exportado destes produtos no comércio internacional em 2002.

O Fair Trade, portanto, busca um comércio mais equilibrado para produtores e compradores de forma justa e que promova o desenvolvimento sustentável. Ele é um meio de promover melhores condições para os produtores e trabalhadores a margem do sistema tradicional de comércio tendo seus princípios que orientam esta prática comercial e sendo fundamental a certificação de tais produtos.  

Autora: Bruna Aguera Ferreira

Imagem: Faithie


Referências: 
O que é Fair Trade (Comércio Justo). Sebrae Nacional. 2016. Disponível em: <https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/o-que-e-fair-trade-comercio-justo,82d8d1eb00ad2410VgnVCM100000b272010aRCRD>.  
O que é a Certificação Fair trade e como ela é obtida? ConnectAmericas. Disponível em: <https://connectamericas.com/pt/content/o-que-%C3%A9-certifica%C3%A7%C3%A3o-fairtrade-e-como-ela-%C3%A9-obtida>. 

Add comment